Get Adobe Flash player

Vale do Amanhecer

SEMANÁRIO 145  

VALE DO AMANHECER - 25/ABRIL/2013 – QUINTA 

PUBLICAÇÃO SEMANAL GRATUITA 

Responsável: Mestre André Luis – Adj. Ajuvano – Coordenador Regional 

Email: ajuvano@valedoamanhecer.com

 

CARTA DE TIA NEIVA: CASAMENTO E DIVÓRCIO

 

 tia neiva caminhao

Salve Deus!

“Pai Seta Branca sempre fala na família com amor, desejando que a família seja, realmente, o ponto de partida do Homem. Vou explicar: duas pessoas se amam após se verem muitas, ou até na primeira vez, e sem procurar realmente dar conta de seus sentimentos, sem considerar seus erros, muitas vezes com sentimentos ruins, com falta de esclarecimento de tudo, se conquistas e se casam. Depois, sempre há erros! E isso faz com que muitos tenham necessidade da separação. Podem ter sentimentos, mas, quando se separam, separam também os filhos.

O que Mãe Tildes e Pai Seta Branca falam é sobre as separações por real necessidade. O Homem é consciente dos filhos, e muitas vezes, na maioria, procuram reparar essa separação com coisas materiais, ajudas aos filhos, deles não se esquecendo. Há casos diversos, em que o Homem, muitas vezes, só depois do casamento é que descobre seus verdadeiros sentimentos. Isto é muito natural e muito certo! Mas, na maioria dos casos… Eu perguntei a Mãe Tildes o que acontece nestes casos, em que o Homem, nestes desquites, dá um desgosto tão grande a Deus, qual seria a responsabilidade desse Homem e qual seria a responsabilidade de Deus para com esse Homem. E ela me disse: É, minha filha, a lei que chama o Homem à razão é a mesma que o conduz a Deus. As leis estão obrigando o Homem a dar a metade dos seus honorários para cuidar materialmente dos filhos. Quer dizer: onde o sentimento do Homem não vai, a Lei vai! E, da mesma maneira, conduz ele a Deus, dentro desta Doutrina que nós temos. E, na nossa Doutrina, o Homem tem que ser… As pessoas têm uma doutrina, têm uma religião, têm sentimentos no coração! Sei que nós vamos conseguir tudo.

Como já disse a vocês, eu, sozinha, consegui chegar até aqui. Imaginem todos nós juntos! Já podemos contar com um Doutrinador preparado e vamos lhe levar todo o conhecimento e, principalmente, o conhecimento da família, que é o princípio do Homem na Terra. Este é o sentimento mais profundo.

A vocês, jovens, vou contar uma conquista, uma coisa que aconteceu comigo um dia. É uma das muitas obras de todo este mestrado.

Veio um casal do Rio de Janeiro, que havia visto, pela televisão, nossa consagração do Primeiro de Maio, e que estava se desquitando. Era um casal jovem (vocês, jovens, ouçam bem!). Um rapaz de boa aparência e uma moça bonita, com dois filhos, e começaram a se odiar a ponto dele não poder mais ficar em casa. Desde o nascimento do último filho não mais se toleravam, parecendo que queriam um matar o outro.

Ele arranjou uma outra moça, que é uma das coisas mais fáceis para desencaminhar um casamento, e vez por outra vinha ver os filhos. Mas o casal era apaixonado por seus dois filhos. Como ele saíra de casa, os pais da moça foram morar com ela, e aquele casal de velhos também adorava seus netinhos. As duas crianças, uma de cinco anos e outra de três, com quem os pais tinham dívidas a resgatar, passaram a ficar mais com seus avôs. Um dia, os velhos foram fazer uma longa viagem e levaram as crianças, com o consentimento do pai. Na hora das despedidas, o pai e a mãe se encontraram, mas nem se olharam de tanta mágoa. Sem as crianças, os dois entraram em desespero e o sofrimento deles os juntou, principalmente o sofrimento do pai, porque ele começara a odiar a esposa primeira do que ela a ele.

Quando viram a reportagem sobre nosso mestrado tiveram a certeza de que nós poderíamos tirar tudo aquilo de seus corações. Vieram e receberam toda a graça aqui! Receberam tanto que já escreveram, contando que estão como se nunca tivessem brigado, como se tivessem casado naquele dia. Eu comecei a me perguntar sobre isto em meus papinhos com Mãe Tildes. Vimos que aqueles dois nunca haviam deixado de se amar, apenas não conheciam seus sentimentos.

É bem mais fácil você deixar uma pessoa, deixar de dar uma Doutrina a quem você não gosta, ou pensa que não gosta, e sair, do que dialogar e procurar ver seus sentimentos. Pense nisto, principalmente quem está na Doutrina. Nós estamos aqui para unir, para fazer o Homem ter consciência de seus sentimentos, sentir o que tem em seu coração.

Não estamos aqui para adivinhar nem fazer previsões. Mesmo que eu fosse um anjo, se eu adivinhasse todas as coisas mas não tivesse os sentimentos de amor, de caridade, de Mãe, eu não saberia nada! Quero que vocês procurem seus sentimentos em seus lares, vejam o que está certo, vejam o amor que têm no coração e que procurem assimilar, junto de seus companheiros ou companheiras, os nossos princípios.

Digo a vocês, com todo o amor, com toda a honestidade, pelos olhos que entreguei a Jesus, que os vejo como meus filhos, como se fossem nascidos de mim. E lhes digo que o sentimento é o primeiro caminho para Deus, é a primeira missão que vocês têm na Terra.

Então, vamos começar, nesses planos, a não querer corrigir mas, sim, a levar o sentimento de religião, de amor, o sentimento verdadeiro deste espírito que nos cerca. Não nos preocupemos tanto com as mensagens, mas sim, em primeiro lugar, com nossas famílias, com nosso lar, com o que temos dentro de nós! Depois, então, vamos servir a Deus sobre todas as coisas.

Meus filhos, temos tantas maravilhas! Jesus está esperando somente que o Homem se certifique de seus sentimentos…”

(Tia Neiva, 27-6-76)

 

VÍDEO – ENTREVISTA COM O ADJ. TAPUÃ MESTRE NORBERTO.

Por

Equipe do Site www.valedoamanhecer.com

Coordenação dos Templos

webmaster@valedoamanhecer.com

 

Entrevista realizada em 29/10/2005, em Unaí-MG,  com produção do Adj. Ajuvano, Mestre André Luís.

 

CANTINHO TIA NEIVA:  REMONTANDO SÉCULOS

Por

Mestre Gilmar

Adjunto Adelano

Coordenador Regional e 1º Príncipe Maya nos Templos

adelano@valedoamanhecer.com

 

 

 

29102011175

Salve Deus!

Muito embora nossa doutrina seja baseada na reencarnação, uma grande parte de nosso componentes está mais interessada nas estórias contadas nos angicais por sofredores que por sinal, não tem nenhum compromisso em dizer a verdade, do que os relatos deixados pela Clarividente que estão ao nosso dispor através de gravações em áudio e em textos.

Segundo nossa Clarividente, temos de dezenove a vinte e uma encarnação aqui nesse terceiro plano, em com certeza em sua grande maioria essa encarnações foram de contendas e divisões que levaram a esse grupo que hoje está encarnado a adquirir dividas transcendentais, aumentar o número de cobradores e obsessores e portanto levar nossos Mentores a deixar essa tribo cem anos no espaço para uma espécie de cultura espiritual, preparando-os para essa encarnação.

Se formos buscar nos corredores do tempo encontramos no berço de nascimento do cavaleiro verde, Esparta, uma das divisões entre os Jaguares que levou a uma guerra de cinquenta anos na planície do Peloponeso. Espartanos e atenienses fizeram dessa planície uma banho de sangue entre irmãos. Logo depois na criação de Roma pelos Rômulo e Remo, imperadores, Senadores, Gladiadores e a terrível guarda pretoriana protagonizaram episódios de triste situação, no século XI na península de Yucatan , a desintegração dos Maias, e por volta no ano mil e cem as cruzadas com intuito de libertar a visita ao Santo sepulcro, arrasaram vilas,para mais um pouco a frente a Companhia de Jesus num processo inquisitório ceifaram vidas inocentes em nome de uma religiosidade doentia .

Então no condado de Pronvicur na Russia, dois irmãos dividem nossa tribo onde Calaça, Braz, o conde Rafael são levados a se dividirem entre si, onde uma parte da tribo resolve aventurar-se na neve sendo devorado por lobos. No Brasil no povoado de Abóboras , Mãe Tildes é perseguida por um Juiz e culmina com episódios da segunda guerra mundial onde reencarnados como nazistas fecham esses ciclos desastrosos de encarnações que poderiam ser proveitosas e no entanto, não foram.

Em Propriá, Sergipe nasce Neiva Chaves, e quem em meados da década de cinquenta cria o Doutrinador, em 1969 chegam ao Vale do Amanhecer, em 1985 Tia Neiva parte para Deus. É uma trajetória muito sofrida e longa para chegarmos nos dias atuais e pensarmos na possibilidade de divisão em nossa doutrina.

Se levarmos em consideração as palavras de Tia Neiva, da Mãe do Doutrinador, vamos encontrar, muitas e muitas vezes ela afirmando que nunca dividiria seus filhos.

Os dirigentes atuais da doutrina são herdeiros biológicos de Neiva Chaves Zelaya, tem o mesmo legado doutrinário deixado por ela, em nenhum momento afirmam estarem em contendas entre si. Um o primeiro doutrinador deste Amanhecer, Coordenador dos Templos do Amanhecer, Trino Presidente Triada, o outro também filho da Clarividente, Trino Herdeiro, que também deseja a perpetuação da doutrina deixada por sua mãe. Foram iniciados pela mesma iniciação Dharmam Oxinto, filhos de Seta Branca, juraram diante da presença divina honrar as leis dessa doutrina.

É uma só doutrina, um só ritual, a mesma chave de abertura que proporciona a ligação entre Tapir e nosso plano que é realizada centenas de vezes em nossos templos todos dias na busca da libertação de nossas falhas, é a hora do Jaguar não dividir e sim somar.

Cabe a todos nós pessoas que não tem um real compromisso com essa doutrina e vibrar no amor incondicional de Nosso Senhor Jesus Cristos para que nossos dirigentes possam encontrar a paz que foi deixada por sua mãe e unir novamente nosso povo no luz do Santo evangelho, do evangelho redivivo que tantos pregamos. Quanta gente honesta, ninfas e mestres íntegros que só desejam exercer sua mediunidade estão sofrendo por essa situação que nada nos acrescenta.

Precisamos mais uma vez, nos voltarmos para a interiorização, voltar ao princípio de tudo : Amor, Tolerância e Humildade.

SÃO BERNARDO DO CAMPO – SP = (27/04 – SÁB) = VISITA DO ADJ. JANATÃ AO TEMPLO PEGARO DO AMANHECER

Por
André Luis
Adjunto Ajuvano
ajuvano@valedoamanhecer.com

JoseLuiz_Andre

Foto: Adjunto Janatã Mestre José Luiz e Adjunto Ajuvano Mestre André Luis

Salve Deus,

 

O Templo Pegaro do Amanhecer, em São Bernardo do Campo, São Paulo, estará vivendo grandes momentos doutrinários com a presença do Adjunto Janatã, Mestre José Luiz no dia 27 de Abril.

Não meça esforços em estar presente e poder conviver com este grande missionário de Pai Seta Branca.

 

CIDADE
UF
PRESIDENTE
MINISTRO
ENDEREÇO
SÃO BERNARDO DO CAMPO
SP
SALVIANO CARVALHO ALVES / TEL (11) 7537-4527-Vivo, 2746-5922-Res, 2741-0703-Trab / pegaro@valedoamanhecer.com OU salcaralves@hotmail.com
PEGARO
RUA JOSÉ RODRIGUES, 108 / CERRO AZUL / ALVARENGA / ROD ANCHIETA KM 21 JOÃO FIRMINO, PÇA GEOVANI BREDA / ATEND: DOM (17h) (2º ESTÁGIO)

 

 

AULA DE TIA NEIVA – A HISTÓRIA DA CAPTURA DA AMACÊ PELOS TUMUCHYS

 

 tia 1 B

Salve Deus

Por volta de cinco mil anos após os Equitumans (*), chegaram à Terra os Tumuchys, sob a liderança do Grande Tumuchy, nosso Pai Seta Branca, poderoso Orixá de origem Equituman. juntamente com sua alma gêmea, Mãe Yara, e cerca de oitocentos espíritos escolhidos, e se instalaram na região andina, onde o Grande Tumuchy foi chamado de Jaguar. Os Andes foram escolhidos por serem enormes jazidas de metais nobres, tais como ouro, prata e cobre, a serem utilizados na confecção de aparelhos de precisão e de adornos cerimoniais. Após grandes dificuldades ambientais, especialmente com indígenas e com ferozes animais, os Tumuchys foram para Omeyocan (*).

pacote-de-viagem-ilha-de-pascoa

Visão do que restou da ilha depois da hecatombe

Tinham uma constituição física muito diferente da dos terráqueos, com grande beleza física e estéreis, vivendo, em média, 200 anos, trazendo impressa no peito a data de seu desencarne. Sua missão era a de criar um novo tipo humano que evoluísse em três planos diferentes: o físico, o psíquico e o espiritual, naquele ambiente hostil do planeta, onde estavam em curso as modificações também nos três reinos da Natureza, ou seja, nos minerais, vegetais e animais.

Cientistas e artesãos, avessos à violência, conheciam toda a Ciência Cósmica e a energia nuclear, fazendo transmutações que propiciaram as construções das grandes cidades e dos diversos monumentos energéticos da Terra – as pirâmides das Américas e do Egito, Machu Picchu e muitos outros centros de manipulação de energias siderais, especialmente a conjunção de forças do triângulo Sol-Terra-Lua – e viajavam em naves velozes por todo o planeta, mantendo contato com outros Orixás que, em diferentes regiões, se dedicavam à evolução do Homem primitivo, levando conhecimentos que até hoje surpreendem os cientistas por sua perfeição e que não dependiam, também, somente do contato físico, pois os Tumuchys usavam muito as comunicações psíquicas.

Trabalhavam, implantando em diversos pontos do planeta geradores e manipuladores de energia conforme indicações do Mutupy, mapa terrestre, verdadeira fotografia da Terra, semelhante ao mapeamento hoje feito pelos satélites. Segundo informações de Amanto, Omeyocan se constituiu na sede científica do planeta e no centro de comunicações interplanetárias; chegavam chalanas de Capela e para lá partiam; ali se reuniam os Orixás, chefes máximos dos planos civilizatórios da Terra.

tongariki-perfilonge2

Famosas estátuas da Ilha de Páscoa, morada dos Tumuchys

Como a missão dos Tumuchys não era a de estabelecer uma estirpe na Terra e viviam sempre com grande sacrifício, lutando contra grande parte das leis que regiam o plano físico e psíquico da maioria, com qualidades físicas especiais, porém em distonia com as realidades da Terra, sem a osmose natural, o Grande Orixá Jaguar considerou encerrada sua missão, já que deixara sua marca em vários pontos do planeta.

Sabendo que iria desencarnar brevemente, ele foi, com sua companheira, aos diversos núcleos que estabelecera na Terra e desapareceu, deixando seu povo sem a sua liderança. Os Tumuchys começaram a se dispersar. Uma grande parte deixou Omeyocan e se espalhou pelos continentes, especialmente nas atuais Américas.

Em sucessivas encarnações, formaram as grandes civilizações na Terra, e foram tratados como deuses, até que, desintegrados, foram substituídos por tribos bárbaras, sendo hoje confundidos com civilizações como as Inca e Maya, povos violentos que passaram a habitar as cidades vazias, e se confundem nas pesquisas dos cientistas modernos.

“Os 21 Tumuchys que governavam nossa tribo, nas eras longínquas (mais ou menos há dois mil anos), chegaram a tal ponto de avanço científico que pretenderam capturar a amacê vinda de Capela e que, todos os dias, passava sem parar, deixando um traço fosforescente no solo de pedra.

No dia em que aprontaram a armadilha, não veio a amacê de Capela, e sim a do deus Tumi, que com suas forças poderosas desintegrou todo o povo, inclusive os 21 Tumuchys.

Estes não mais voltaram a Capela, e ficaram em um plano acima do Canal Vermelho, ajudando à recuperação do povo que haviam levado à catástrofe.

Agora, cientistas poderosos, formam, dentro da Lei Crística, os Grandes Iniciados.”

(Tia Neiva, aula de 21.4.81)

A história da amacê capturada pelos Tumuchys

O ínicio da história, o povo Tumuchy
A prosperidade da Tribo
O poder tecnológico alcançado por esta civilização
O Rei Tumuchy
A festa do Anodai e Anodae
O povo fazia anodização
As grandes naves espaciais, as amacês ou aparelhos
A tentativa de captura e a desintegração total, de pessoas, animais (búfalos)
O diálogo com Mario Sassi
Os territórios que ocuparam
Desenhos encontrados em diversos locais do mundo

Aperte “play”, ícone verde para ouvir!

 

[mixcloud width="480" height="480" iframe="true" playlist="true" ]http://www.mixcloud.com/adjedero/a-historia-da-captura-da-amace-pelos-tumuchys/[/mixcloud]

 

 

ARTIGO: PRIMEIRO DE MAIO

 

 

Por

Edson Rodrigues

Adjunto Valexo

Presidente

 

 

Alguns fenômenos captados em fotos no 1º de maio no Templo Mãe

1º DE MAIO 1 1º DE MAIO 2 1º DE MAIO 3 1º DE MAIO 4 1º DE MAIO 5 1º DE MAIO 6

O 1º de Maio, no Vale do Amanhecer, é chamado de “Dia do Doutrinador”, ocasião em que a Corrente do Amanhecer recebe novas projeções de forças cósmicas e extra-cósmicas, dando aos seus componentes novas posições iniciáticas, de acordo com suas condições físicas e por sua conduta doutrinária.

É a consagração mais importante para os médiuns, que devem estar no recinto da Estrela Candente antes do amanhecer. Segundo nos relatou Koatay 108, antes de o Sol nascer chega uma imensa nave – a Presença Divina – que projeta as grandes forças àqueles que ali estão, que as recebem de acordo com seus respectivos merecimentos.

Não adianta passar no ritual após o Sol nascer, pois já foi feita a distribuição das forças. Assim, aqueles que irão fazer a sua consagração junto com seus Adjuntos e/ou Presidentes, deverão estar na Estrela antes do amanhecer, mesmo que, após nascer o Sol, voltem para suas casas e ônibus, para aguardar a hora de passar no ritual.

Essa distribuição de forças está documentada em diversas fotografias, onde o fenômeno é perfeitamente visível.

Esse o motivo de ser a única consagração que se inicia de madrugada.

Por todos esses anos, desde a inauguração da Estrela, em 1978, as falanges missionárias começam a imantrar o local a partir das 5 horas da manhã.

Os médiuns fazem suas concentrações nos diversos locais da Estrela, aguardando a abertura do ritual, que é feita por volta das 6 horas.

Este o ponto para o qual devemos ter toda nossa atenção: as forças chegam e são distribuídas, individualmente, antes da abertura pelos Trinos Triada. O ritual é aberto e as ninfas missionárias deixam suas concentrações para se unirem aos seus mestres e ao seu povo, para passarem diante de Pai Seta Branca e da representante de Koatay 108 – enquanto seu Adjunto e/ou Presidente faz a emissão e o canto -, fazem sua anodização, passam pela Lança de Yemanjá e terminam sua jornada na Pirâmide, sendo liberados.

Uma das mais marcantes datas, o 1º de Maio vem sendo prestigiado pelos médiuns de todos os Templos do Amanhecer, que fazem uma grande reunião dos filhos de Pai Seta Branca nessa consagração. Tia Neiva fez seu juramento em 1º de Maio de 1958. Em 1º de Maio de 1980, a grande missão de Koatay 108, depois da reunião de nossa tribo, se concretizou na Conjunção das Sete Raízes, quando à nossa raiz Andina e à raiz dos Himalaias se juntaram as outras cinco raízes Capelinas.

Em nota para a imprensa, o Trino Tumuchy deu as seguintes informações:

“O 1º de Maio no Vale do Amanhecer é chamado de Dia do Doutrinador. Doutrinador é uma qualificação mediúnica, criada por Tia Neiva, a Clarividente responsável pela missão do Vale. Trata-se do médium inteiramente consciente, cuja ação se baseia na razão e que assume a responsabilidade de tudo que possa acontecer na missão espiritual do Vale.

A cada 1º de Maio a Corrente assume uma nova posição iniciática, isto é, ganha novas fontes de energias espirituais. Para que isso aconteça é necessário haver novas organizações físicas, novos dispositivos iniciáticos. Para tanto, o corpo mediúnico reorganiza-se em novas escalas hierárquicas e novos escalões de comando.

Neste 1º de Maio está sendo inaugurado o novo dispositivo do Templo Iniciático a céu aberto, que se chamará UNIFICAÇÃO.

Trata-se de um lago artificial, circundado por locais de trabalho, construído em pedra e alvenaria, onde serão praticados novos rituais. O conjunto simboliza a grande jornada das forças civilizatórias que envolvem o período da História que precede a nossa era, atravessa os grandes eventos históricos e chega até nossos tempos.

Nesse conjunto iniciático estão envolvidos os Espartanos, os Macedônios, os Egípcios e a Era Crística na sua plenitude da vida de Jesus.

Esta é a finalidade das imagens que têm um sentido de funcionalidade junto com as construções. Elas representam Jesus, Pai Seta Branca, Yemanjá, Yara e as Princesas do Adjunto de Jurema.

Não se trata de um sincretismo religioso mas, sim, de um ponto de apoio visual para facilitar a ligação mental entre as várias épocas. Daí, inclusive, a presença da Pirâmide, que facilita a obtenção das energias acumuladas nessa época e nessa região do planeta.

A base do ritual que se inaugura neste 1º de Maio é a longa jornada através dos tempos resumida no percurso em torno do lago.

Em harmonia com o conjunto arquitetônico vibram as vestes, as cores, o som e os mantras discursados.

A cerimônia inaugural começa ao nascer do Sol e termina quando todas as falanges tiverem cumprido seus rituais.”

Fonte: Acervo Tumarã.

 

 REFLEXÃO – SOBRE RELACIONAMENTOS

Por

Equipe do Site www.valedoamanhecer.com

Coordenação dos Templos

webmaster@valedoamanhecer.com

 

Rede-Relacionamento-Sergio-Ricardo-Rocha

 

São pequenas coisas que nos ensinam muito.

“Num dia de verão, eu estava na praia, espiando duas crianças na areia.Trabalhavam muito, construindo um castelo de areia molhada, com torres, passarelas e passagens internas.

Quando estavam perto do final do projeto, veio uma onda e destruiu tudo, reduzindo o castelo a um monte de areia e espuma.

Achei que as crianças cairiam no choro, depois de tanto esforço e cuidado, mas tive uma surpresa: em vez de chorar, correram para a praia, fugindo da água, rindo, de mãos dadas e começaram a construir outro castelo.

Compreendi que havia recebido uma importante lição: tudo em nossas vidas, todas as coisas que gastam tanto de nosso tempo e de nossa energia para serem construídas, tudo é feito de areia; só o que permanece é o nosso relacionamento com as outras pessoas.

Mais cedo ou mais tarde, a onda virá e irá desfazer o que levamos tanto tempo para construir.

Quando isso acontecer, somente aquele que tem as mãos de alguém para segurar será capaz de rir.”

Autor desconhecido

 

A HISTÓRIA DE TIA NEIVA POR ELA MESMA

 

Por

Equipe do Site www.valedoamanhecer.com

Coordenação dos Templos

webmaster@valedoamanhecer.com

images (1)

Um relato feito por ela de como foi o início de sua missão, material que deu origem as aulas de Desenvolvimento e de Centúria. Aúdio restaurado, em qualidade que faz parecer nossa Mãe Clarividente estar conosco. Aproveite!

 

 

[soundcloud id='89613624']

 

 

MENSAGEM DE OTIMISMO – SE ALGUÉM TE PROCURAR…

Por

Equipe do Site www.valedoamanhecer.com

Coordenação dos Templos

webmaster@valedoamanhecer.com

 

gatos

 

Com frio… É porque você tem o cobertor.

Com alegria… É porque você tem o sorriso.

Com lágrimas… É porque você tem o lenço.

Com versos… É porque você tem a música.

Com dor… É porque você tem o curativo.

Com palavras… É porque você tem a audição.

Com fome… É porque você tem o alimento.

Com beijos… É porque você tem o mel.

Com dúvidas… É porque você tem o caminho.

Com orquestras… É porque você tem a festa.

Com desânimo… É porque você tem o estimulo.

Com fantasias… É porque você tem a realidade.

Com desespero… É porque você tem a Serenidade.

Com entusiasmo… É porque você tem o brilho.

Com segredos… É porque você tem a cumplicidade.

Com tumulto… É porque você tem a calma.

Com confiança… É porque você tem a força.

Com medo… É porque você tem o AMOR!!!

Autor desconhecido

  

 

CRISTIANO RONALDO – HISTÓRIA VERDADEIRA DE AMIZADE

 

Por

Equipe do Site www.valedoamanhecer.com

Coordenação dos Templos

webmaster@valedoamanhecer.com

 

CADASTRE-SE GRATUITAMENTE E RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES POR EMAIL!

Por

Equipe do Site www.valedoamanhecer.com

Coordenação dos Templos

webmaster@valedoamanhecer.com

 

 

O nosso Semanário é publicado gratuitamente todas as SEXTAS e é distribuido por e-mail a todos os médiuns e simpatizantes da Doutrina do Amanhecer. Se você ainda não está cadastrado para receber o nosso Semanário, CLIQUE AQUI e cadastre-se. Para se descadastrar , pode clicar no mesmo link e escolher a opção EXCLUIR ou enviar um e-mail para webmaster@valedoamanhecer.com com o assunto RETIRADA. Salve Deus.

 

 

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2013 – TEMPLOS DO AMANHECER

image[4]

 

 

 

FALE CONOSCO – NOSSO EMAIL – DÚVIDAS, SUGESTÕES

 

[help]Ficou alguma dúvida? Não hesite, mande-nos um email com sua pergunta que podemos atendê-lo. Você também pode participar do nosso próximo semanário enviando críticas, elogios, sugestões e comentários. Gostou? Conte aos outros. Algo que podemos melhorar? Conte a nós! Envie um email para webmaster@valedoamanhecer.com Nossa Equipe de Apoio está pronta para ouvir você. SALVE DEUS! [/help]

[contact-form-7 id="2634" title="Contact form 1"]

 

Mestre André Luis Brandão | Adj. Ajuvano
Vale do Amanhecer l Coordenador Regional SP, Sul de MG, Caribe e USA
DF: (61) 3321-39399391-4747 (Claro), 8163-4747(Tim), 9946-7777 (Vivo),8580-0357 (Oi)
SP: (19) 8249-1031 (Tim Campinas)
Skype = Ajuvano | Twitter = Ajuvano | FaceBook = Andre Oliveira

 

COORDENAÇÃO DOS TEMPLOS DO AMANHECER


Este site está sob uma Licença Creative Commons - Atribuição-Uso não-comercial – 3.0 Brasil (CC BY-NC-ND 3.0)

Indique a um amigo